Sabe nem todas as bruxas sao mas, apenas aprendizes do amor, esse nem sempre vem repleto de bondade, quase sempre se transforma em amargura.
Existe diversas maneiras de amar, dificil e encontrar alguen que ame como voce, pois acima de tudo existem coisas que importam mais que o amor, cada um determina suas prioridades, mas todos em comum se determinam a amar algo.
Em relacao ao amor aos vicios, tal obsessao, que supre a tal solidao e que preenche aquele vazio, dificil encarar um copo como alma gemea, mas isso e somente nos primeiros goles, na segunda dose tudo se torna suave, dai voce ja se encontra no tal nirvana.
Abandonar tal paixao, e como raspar a carne, e como ter vontade de algo que nao se sabe o que, vontade essa que toma seu sono, que toma seu dia, que toma seu pensamento.
Resultando em pesadelos, dor e muita angustia, cada lagrima que sai, tem escrito a falt que isso faz nas noites vazias. Ao olhar a lua, sozinha, sem segurar um copo de wisky, se torna tao simples, dificil namorar sem o ser amado, dificil essas noites sobrias, que se tornam sombrias dentre os calafrios que a alma sente ao lembrar do teu cheiro.
Obessecao, depressao, dor, lagrimas, pesadelos, lembrancas, estar perto de voce era amortecer tudo isso, queria entender como numa garrafa pode existir o remedio pra tanta coisa.
Sei que tem momentos que temos que encarar toda nossa parte ruim de frente, mesmo ela estando nas nossas costas, onde nunca queremos ver. Coragem e dificil pra quem foi covarde por anos, fugindo de si mesmo e da vida.
anestesiar a vida e como adiar os problemas, mas chega uma hora que nao temos mais pra onde ir sem enfrenta-los, ai esse grande amor que te acompanhou por anos, te limita, te segura, te torna so dele, te prende, e pra esquece-lo… e tao dificil, como esquecer de respirar.

Companias que se foram, o fim da festa sempre tem muita sujeira para limpar, pior e acordar no meio dela, sem saber pra onde foi todo mundo, maldita solidao nao perdoa nem a ressaca.
Enfim ta ai um amor que se foi, ja nao me faz parte, que me venha toda a angustia da solidao e o desjo de sua compania, mas ela nao me domina mais, a liberdade agora e meu destino, mesmo que um dia de cada vez, sinto nas veias atraves da dor, a vida pulsar de verdade.
Mesmo vendo tudo da janela, consigo me lembrar do dia que vivi hoje.

Anúncios

~ por Ana Paula Garcia em junho 20, 2008.

Uma resposta to “”

  1. Estou AMANDO O SEU BLOG…não tive tempo ainda de ler tudo, por favor , não suma…eu sou de gêmeos, mas tenho tudo a ver com o que você escreve…é tudo muito fantástico, estou adorando…um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: