No silencio da minha existencia,

entendo o sentido unico de viver,

esperando uma palavra,

ohando para o nada,

o que antes nao faltava,

o erro nao demonstrava,

meu ego recusava,

onde eu abusava,

do medo fui escrava,

nao sei o que eu esperava,

ja que voce nao disse nada…

Anúncios

~ por Ana Paula Garcia em julho 12, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: