love

“Porque sem amor tudo parece mais facil e tao infinitamente sem graca?

– Nao quero rachar ninguen no meio; digo no espelho atraves de um olhar sinico. Mas preciso dizer a verdade … nao, que alguen va entender, mas nao vou mais mentir pra mim mesmo;

Meu coracao nao e frio, talvez a minha inocencia tenha morrido, e nao posso mais acreditar…

De repente, acordei e me vi parada no tempo, e me perguntei: Onde estou? o que faco aqui?

Percebi, entao, que ja nao amava mais e nada daquilo fez mais sentido.

Pergunto sempre: – Por que vivi tudo isso? E nao ha logica em nenhuma resposta racional, somente a insanidade de um amor, paixao que cega, que acredita naquilo que nao existe…

Fui feliz, por alguns minutos, algumas cicatrizes, algumas ideias e algumas coisas que ficaram… Uma vida que se foi, essa deve ter sido de algum valor, pois disso tudo, gerei duas novas vidas, que vao levar essa historia de amor adiante.

Ter vivido um grande amor me fez grande, me fez pequena, mas principalmente, me fez mulher…”

Anúncios

~ por Ana Paula Garcia em julho 14, 2008.

Uma resposta to “love”

  1. Ana.
    Como diz o grande poeta João Bosco: Um novo amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia.
    Não desista de voçe mesma,o futuro so depende de vc,crie ele.
    Bjs. Vicente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: