Possibilidades

Logo que o mundo me pressiona, sinto forte a solidão que me toma; num som cru, numa noite fria, num silêncio eminente, logo tudo pertuba minha mente… corro e me isolo, fujo da dor que me toma, sou so mais um na multidão.

venho pra cá, sento calada, escrevo comigo, suspiro alguns gemidos; de que me valhe tanta agitação, nasci da frustração, do ego de dois anseios, do falso amor doente, sei que muitas vezes sou impotente.

Apago a luz para não ver, ja que por mim fechar os olhos é covardia, me escondo então do dia; de janelas fechadas, pernas cruzadas, lápis nos dedos… me coloco a pensar sobre meus desejos, sonhos e devaneios, minha mente vive deles;

Realidade que corta alma, que deixa a vida sem graça, sem amor, sem paixão, sem aventura, por isso me volto para literatura; viajar nas possibilidades, criar situaçoes, escrever algumas linhas de ilusões, que inveja de camões.

Penso na possibilidade de fazer poesia sem sofrer, será possivel ser poeta sem solidão ou sem perdão, sem angústia ou outro sentimento frustrado, guardado, encrustrado na alma, só quem vive mil paixões momentâneas pode dizer… pra mim amar é sofrer!!

Será possível ser a mosca na sopa, sem te azucrinar… sem que meus olhos brilhem ao ver você passar; é você me dizer não e eu gostar, e eu pedir pelo que não posso suportar, e o controle que eu nunca vou encontrar… pra mim saudade não se pode apagar!!!

Será possivel reviver ilusões, soterrar o passado, nao almejar o futuro, viver o presente sem tirar os pés do chão; buscar centenas de motivos para acordar cedo, e na hora certa dormir mais 15 minutos, só pelo prazer de um sono tranquilo… pra mim abraçar o prazer é viver!!

Será possivel te ver e não me pertubar, escrever sem me frustrar, ouvir sua voz sem me alterar, ver o sol nascer sem me emocionar, sentir seu cheiro e não me excitar, olhar pela janela sem querer voar, subir na árvore e não querer pular, te encontrar na rua e não pensar em te beijar… pra mim o dia começa quando tenho coragem de sorrir!!!

Será possivel eu mestre das ilusões, rainha de um mundo paralelo, viver sem amargura, viver um dia sem amar, sem me apaixonar, acordar sem olhar as flores, sem ver os pássaro, dormir sem olhar para lua e me emocionar, ver uma estrela cadente e não desejar, olhar no seus olhos e ver meu reflexo, dizer coisas sem nexo e chorar… pra mim sonhar é um pouco de poesia!!!

será possível eu que vivo de palavras, que digo o que não faço, que peso o que não devo e faço o que não quero… eu mestre, bruxa e feticeira, em busca de uma terra perfeita, do coração alado, da fidelidade amiga, de alguém que me diga como ser feliz a todo instante, que consiga descrever minha alma, eu que preciso de amigo, de esudo, de fugir, de me esconder e depois sorrir, eu que choro escondido e soluço baixinho, depois no final vejo que nada disso aconteceu… pra mim as possibilidades são só ilusões!!!

É possivel ter ilusóes de brincadeira, sem ferir arealidade alheia, deixa eu ser eu dessa maneira, não quero atravessar nada que você me disse, mas pensa bem que esquisitisse, amar e não sonhar, cantar e não dançar, brincar e não pular, acordar e não te abraçar… pra mim sentir tudo isso é a essêmcia da vida!!!

Anúncios

~ por Ana Paula Garcia em novembro 27, 2008.

Uma resposta to “Possibilidades”

  1. primeiro quero te parabenizar por sua vocação de me deixar atraído a atravessar em seus versos, depois não quero acrescentar nada além de sentir uma insana racionalidade nos contos, nas ilusões.

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: