aqueles minutos que duram horas…

Enfim mudei, voltei, revirei todas as lembrancas, so guardei em lugares diferentes;

Tinha caixas fechadas, caixas abertas, caixas quebradas, coloridas e rasgadas; abri algumas porque quis, outras abri porque nao lembrava o que havia dentro, noutras fiquei curiosa, surpresa e ansiosa.

caixas de sentimentos, separadas e juntas, uma dentro da outra… e maluko sentir coisas guardadas!! depositar expectativas, pensar em coisas antigas, imaginar sentimentos nao sentidos e fingir que tudo foi bom, afinal, não pode ser tão ruim assim.

sito falta de algumas coisas que nunca tive, ilusões que nunca superei, amores que nunca amei, viagens que eu nunca fiz e principalmente dos amigos que eu nunca tive.

Vejo fotos de pessoas felizes, recados de amor para aqueles que nunca vi, como e bom a felicidade induzida, descrita e demostrada em imagens, um instante, que parece eterno.

Num momento, me pego a pensar, em quantas horas isso pode durar, imagens de um sorriso perdido, pessoas que se juntam ao acaso e se parecem eternos amigos. Momentos que fazemos parecer ser uma vida toda, ja não os tenho mais… me foram as ilusões, as pirações, os macetes, as viagens, as entregas, os risos falsos e a mente longe da realidade.

Não que isso seja uma boa maneira de viver, nem a mais fácil… mas a única que conheço.

O novo me atrai, mais ainda me entristece não saber se serei feliz depois de tudo isso!

Anúncios

~ por Ana Paula Garcia em dezembro 30, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: